O que aumenta os riscos do câncer colorretal?

No mês da conscientização sobre o câncer colorretal, a oncologista do Gastro Medical Center, em Florianópolis, Patrícia Mendes Arent, elenca os principais fatores de risco para desenvolver a doença.

– Alimentação:  deve ser rica em frutas, vegetais e outros alimentos que contenham fibras. O consumo de carnes processadas como (salsicha, mortadela, linguiça, presunto, bacon, blanquet de peru, peito de peru e salame) e a ingestão excessiva de carne vermelha (acima de 500 gramas de carne cozida por semana) aumentam o risco para o câncer colorretal.

 – Excesso de peso: relatório da Sociedade Americana do Câncer apontou que o excesso de peso foi responsável por cerca de 3,9% dos casos de câncer em 2012, entre eles o colorretal.

– Tabagismo e consumo de bebidas alcoólicas.

– Histórico familiar de câncer de intestino, ovário, útero ou mama

– Doenças inflamatórias do intestino: pacientes diagnosticados com retocolite ulcerativa crônica e doença de Crohn; doenças hereditárias, como polipose adenomatosa familiar (FAP) e câncer colorretal hereditário sem polipose (HNPCC), devem ter acompanhamento médico.

– A exposição ocupacional à radiação ionizante, como aos raios X e gama, pode aumentar o risco para câncer de cólon. Profissionais do ramo da radiologia (industrial e médica) devem estar mais atentos.

“Cabe ressaltar que pessoas acima de 50 anos têm mais chances de desenvolver a doença. A recomendação é que seja realizado o exame de colonoscopia como uma das formas de prevenção, tendo em vista que pode identificar pólipos antes de se tornarem tumor”, orienta a médica Patrícia Arent.

Fonte: Inca

**************************
Gastro Medical Center

Telefone: (48) 3030 2930
Whatsapp: (48) 3030 2930
E-mail: atendimento@gastromedicalcenter.com.br
Website: gastro.floripa.br

Faça contato para saber sobre planos de saúde e formas de pagamento.

Diretor Técnico: Dr. Silvio Feiber Filho – CRM/SC 7843 – RQE 6243

Deixe uma resposta