Dirigentes do SIMESC reúnem-se em Florianópolis

Veja a galeria de fotos AQUI

Diretores do Sindicato dos Médicos do Estado de Santa Catarina (SIMESC), assessores e funcionários, participaram nos dias 29 e 30 de novembro de assembleias e reunião de diretoria plena, no hotel Majestic, em Florianópolis.

Na sexta-feira, em assembleia geral ordinária, o secretário geral, Roman Leon Gieburowski Junior, apresentou as atividades realizadas durante o ano pelas assessorias jurídicas, previdenciária, contábil e de comunicação, além das ações das diretorias executivas e regionais. “Em apenas um ano fizemos 24 viagens, o que mostra o compromisso da diretoria em atuar em todo o Estado”, destacou.

O 1º tesoureiro do SIMESC, Rafael Miranda Lima, exibiu o relatório da prestação de contas das atividades do ano e a previsão orçamentária para 2020, assim como as contas das regionais. A assembleia acompanhou o parecer favorável do Conselho Fiscal votando pela aprovação. O reajuste na mensalidade também foi aprovado.

“É muito gratificante ver o SIMESC crescendo. Que nosso Sindicato aumente cada vez mais, não só em quantidade, mas também em qualidade para ajudar a categoria como um todo”, mencionou Rafael.

Sócios Vitalícios

Na noite de sexta-feira, seis médicos foram homenageados com os títulos de Sócios Vitalícios: Ademir Walckoff, Silvio Schmitz, Austregésilo da Silva, Akilson Ruano Machado, Valdir Sergio Zanatta e Vânio Favaro. 
Leia mais AQUI

Assembleia geral extraordinária 

Em assembleia geral extraordinária, realizada no sábado, foram aprovados os pedido de renúncia de diretores executivos e regionais. Antônio de Pádua Lanna foi nomeado para integrar a diretoria Regional Brusque.

A Previdência após a Reforma

Tendo em vista a publicação da Emenda Constitucional 103, no dia 12 de novembro, que trata da reforma da previdência, o assessor previdenciário do SIMESC, Kleber Coelho, esclareceu sobre as mudanças que está em vigor.

Kleber explicou detalhadamente as alterações nos critérios para conquistar a aposentadoria. No que diz respeito a aposentadoria especial, por exemplo, o médico com 25 anos de trabalho permanece com o direito, mas agora precisa de idade mínima e recorrer ao judiciário para obter o benefício.

“A alteração também irá impactar no valor a ser recebido, pois o cálculo será feito sobre todo o período de contribuição e não mais a média. Nossa orientação é de que os médicos que preencheram os requisitos para solicitar a aposentadoria até o dia 11 de novembro, o faça para que garanta mais vantagens”.

O presidente do SIMESC, Cyro Soncini, reforçou que os dirigentes podem contar com a assessoria previdenciária da entidade “Temos a quem recorrer. Podemos orientar nossos colegas que eles têm onde buscar informação”.

Aperfeiçoamento Constante

O advogado do SIMESC, Erial Lopes de Haro, comentou sobre a ampliação e o aperfeiçoamento dos serviços jurídicos da entidade nos últimos anos. Relembrou que em 2003 a equipe era integrada por dois advogados (geral e previdência) e que atualmente conta com a assessoria de três escritórios especializados, totalizando mais de 20 profissionais atuando a favor dos médicos.

“O médico cada vez mais está confiando na assessoria jurídica do SIMESC, tanto é que temos tido mais busca por consultas do que para ingressar com ações. Estamos melhorando, galgando mais índices de absolvição e buscando sempre prestar o melhor serviço possível”, comentou Erial ao destacar que uma das metas da assessoria jurídica é melhorar a comunicação com os médicos.

Diretoria Executiva

No espaço aberto para tratar de assuntos da Diretoria Executiva, a aprovação do programa Médicos pelo Brasil no Congresso Nacional e assuntos internos como a utilização das sedes regionais e eleições SIMESC 2018 foram comentados.

Acadêmicos

O Diretor de Apoio ao Graduando em Medicina, Odi José Oleiniscki, apresentou as atividades da diretoria durante o ano que incluíram reuniões com formandos de medicina na Grande Florianópolis, Lages, Chapecó, Blumenau, Tubarão e Itajaí e produção de informes digitais com assuntos exclusivos para acadêmicos de medicina. Ele ressaltou a importância do núcleo acadêmico formado pelos médicos Eliane Soncini, Juliane Ferrari e Mahmud Khalil Mahmud Zardeh, no desempenho das atividades.

“Como meta para 2020 temos a aproximação com os coordenadores de curso, planejamento de datas favoráveis para as reuniões com o Sindicato e inclusão dos encontros em atividade regular do período letivo ou participação em evento institucional”, projetou Odi.

Residentes

O Diretor de Apoio ao Médico Pós-Graduando Douglas Barbosa, elencou as ações da diretoria em benefício dos médicos residentes. Entre elas, a reaproximação com a Associação Catarinense dos Médicos Residentes (ACMR), participação em audiências no Congresso Nacional e reunião com os residentes de Brusque.

“Muitos residentes não sabem como o SIMESC é importante. É necessário dar continuidade ao trabalho desenvolvido com os estudantes em levar a informação. Para o próximo ano conto com a participação das diretorias regionais para auxiliar neste trabalho”, declarou.

Diretorias Regionais

No momento dedicado para manifestação dos diretores regionais, o novo diretor de Brusque, Antônio de Pádua Lanna se apresentou aos colegas. “É uma satisfação poder defender nossa classe. Aprendi bastante hoje e espero poder exercer um bom trabalho, frente a todas as mudanças que a gente tem vivenciado”.

O presidente da Regional Extremo Oeste, Antônio Marcos Weschenfelder Duarte, alertou sobre a intenção da prefeitura em abrir uma escola de medicina em São Miguel do Oeste, o que na visão da diretoria é inviável. “Não há necessidade e nem estrutura para isto. Vamos nos articular sobre o assunto”, comentou.

A tesoureira do SIMESC Regional Joinville, Suzana Maria Menezes de Almeida, agradeceu o apoio recebido da Diretoria Executiva e afirmou que em 2020 a Regional irá batalhar por mais associados. “Nossa meta principal é mostrar nossa missão, nosso trabalho, nosso esforço. Ao mostramos como o Sindicato trabalha temos mais argumentos para filiar os médicos”.

A jornalista Carla Cavalheiro chamou a atenção para a necessidade de compartilhar as informações. “Não adianta esforço se vocês não abrirem as portas e as janelas para que as informações cheguem aos médicos. As redes sociais são ótimas ferramentas. Ao receberem os materiais do Sindicato, compartilhem”, orientou.

No mesmo ritmo

O presidente Cyro Soncini encerrou o evento exibindo um vídeo com a apresentação de dança Feira de Mangaio, de Clara Nunes, realizada em Paris.

“Eles estão com roupas diferentes, possuem biótipos diferentes, mas dançam no ritmo igual e fazem com que o conjunto opere. Assim como eles, nós somos colegas de regiões diferentes, especialidades diferentes, com nossas individualidades, mas independente disso temos uma linha a seguir no SIMESC e precisamos chegar ao final dançando juntos”, declarou. 

Deixe uma resposta