SIMESC participa de reunião com formandos da UFSC

Os formandos de medicina da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) puderam conhecer um pouco sobre os serviços oferecidos pelo SIMESC, em reunião realizada na quarta-feira (20/11), na sede da Unicred, em Florianópolis.

A advogada do Sindicato, Vanessa Vieira Lisboa, iniciou o encontro alertando sobre o aumento de processos contra os médicos e a importância do preenchimento de prontuário. “Façam sempre o preenchimento com informações completas e de forma legível. Não podemos impedir um processo, mas no prontuário pode estar a absolvição de vocês”, citou.

Especializado em direito previdenciário, Kleber Coelho orientou os futuros médicos sobre o planejamento para a aposentadoria que deve ser iniciado o quanto antes. “O médico é um profissional diferenciado que pode ter vários vínculos de trabalho. É muito importante fazer um planejamento adequado para poder usufruir da melhor forma possível deste benefício”.

O advogado trabalhista, Alberto Gonçalves Junior, explicou sobre a ação do SIMESC nas defesas coletivas da categoria. “Representando um grupo, nós fazemos a despersonificação para negociar pelos médicos”.

A jornalista Camila Spolti chamou a atenção para as normas de publicidade e propaganda do Conselho Federal de Medicina. “Antes de fazerem um site, redes sociais, ou algum material publicitário consultem o Sindicato para receberem as orientações e evitarem transtornos futuros”.

Conselheira fiscal do SIMESC, a geriatra Juliane Felipe Ferrari, compartilhou sua experiência como filiada e convidou os estudantes para se juntarem ao Sindicato. “O Sindicato é um grande aliado do médico. Não é um gasto, mas um investimento muito bem aplicado. Filiem-se!”.

O Diretor de Apoio ao Graduando em Medicina, Odi José Oleiniscki, encerrou o encontro explicando como é o processo de filiação ao Sindicato dos Médicos. “Depois de formados e com o CRM emitido, vocês estão automaticamente filiados por 90 dias. Após isso, vocês receberão o boleto para pagamento e decidem se continuam filiados ou não. Orientamos que permaneçam para podem usufruir de todos os nossos serviços tão importantes no início da carreira e também para fortalecer a categoria”, comentou.