Publicidade e propaganda em medicina em debate em Joaçaba

Médicos, recém formados e estudantes de medicina participaram na noite do dia 4 de setembro, de palestras sobre publicidade e propaganda em Medicina, promovida pelo SIMESC. A advogada Vanessa Vieira Lisboa e jornalista Carla Cavalheiro apresentaram aos participantes informações importantes sobre a regulamentação do Conselho Federal de Medicina e também, exemplos práticos de como a postura profissional repercute muito mais de maneira negativa do que positiva no ambiente digital e na imprensa.

“Temos profissionais especializados no trabalho médico e que nos assessoram e orientam sobre nossa atuação profissional”, destaca o presidente do SIMESC, Cyro Soncini.

“Os médicos acabam sendo envolvidos em ações no CRM por desconhecimento da regulamentação profissional. O Sindicato é uma entidade que orienta e defende os médicos, mas preferimos trabalhar na prevenção. Nos procurem antes de fazer a publicidade médica para saber se está tudo ok”, apontou Vanessa.

A jornalista Carla lembrou que o médico é o profissional mais reconhecido do mercado (pesquisa DataFolha/CFM 2016) e que a sociedade exige postura de quem trata da vida e da saúde da população. “Não colocamos em prática as leis e normas que nos regem. No caso dos médicos isso é mais grave porque é esperado dele postura de médico, de profissional, em qualquer momento da vida. Ou no avião eles chama um jornalista para prestar socorro a alguém com problema de saúde? Não, eles perguntam: “Algum médico a bordo?”, destaca.

Também participaram do evento os dirigentes da Regional Joaçaba Jair José Gemeli (presidente), 
Caroline Biazzollo (secretária), Nilton Augusto Guimarães Perlin (tesoureiro), Jonatas Deon (diretor de Apoio ao Graduando em Medicina), o representante da Santolin Segurdora, Celso Santolin e o coordenador adjunto do SIMESC, Jean Proêncio.