Pé chato é campeão de reclamações da ortopedia pediátrica

Observado geralmente na infância, o chamado pé chato é motivo de preocupação para muitos pais. A falta de curvatura nos pés é normal nos primeiros anos da criança, segundo a Sociedade Brasileira de Ortopedia Pediátrica. O arco característico dos pés pode se desenvolver até por volta dos seis anos de idade. A partir dessa idade é importante o acompanhamento de um especialista.

A maioria dos pacientes não sente dor em função do pé chato. Mas há casos em que o problema vem acompanhado de desconforto, fadiga muscular e até inflamação, principalmente depois de longas caminhadas. Por causa do pé plano, o paciente pode desenvolver problemas como fascite plantar, metatarsalgia, tendinite e joanete.

Em alguns casos o pé chato pode ser desenvolvido na fase adulta. Além do enfraquecimento natural da musculatura dos pés, a sobrecarga causada por excesso de peso ou exercícios de alto impacto pode causar o problema. Pacientes com doenças como diabetes, artrites entre outras também podem desenvolver o pé plano.

O diagnóstico pode ser feito apenas com exames clínicos, mas em alguns casos há necessidade de uma análise mais aprofundada com exames complementares entre eles o raio-X, por exemplo. No tratamento, o uso de botas ortopédicas está caindo em desuso. Sapatos com reforços e palmilhas são recomendados apenas em alguns casos. O uso de calçados que tragam conforto, suporte e equilíbrio durante a caminhada é o mais recomendado.

==== 
Dr Mario Kuhn Adames 
Ortopedia e Traumatologia 
CRM/SC 9083 – RQE 3735 

Clinica Kormann 
atendimento todas as quintas-feiras 
Endereço: Rua Idalina Pereira dos Santos, 67 sala 504, Agronômica – Florianópolis 
Telefone: (48) 32044848 

Clínica Vitesse 
atendimentos as segundas e quartas-feiras 
Endereço: Av. Santa Catarina, 1352 Balneário, Florianópolis 
Telefone: (48)3244-0493 

www.pefloripa.com.br