Motociclistas representam 80% das lesões graves na saúde pública

O Momento SIMESC dessa semana trata de um assunto muito grave.  No primeiro trimestre do ano passado foram atendidas mais de 1.300 vítimas de acidentes de moto nos hospitais Celso Ramos e Regional de São José. 80% destes acidentes resultaram em lesões graves e com altos custos para a saúde pública porque o motociclista não usava capacete, ingeriu álcool e abusou da velocidade. Pilote consciente das leis de trânsito e se for beber, não coloque sua vida e a dos outros em perigo.

Ouça AQUI