Calvície: vaidade masculina abalada!

O cabelo é a moldura do rosto, faz parte da nossa estética. Por isso quando eles começam a cair – seja qual for o motivo – é impossível não se preocupar. Embora a queda de cabelo aconteça de forma natural, quando o problema foge do controle pode afetar a autoestima.

A alopecia atinge mais o sexo masculino, de acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). E a idade é um dos fatores que contribui para a perda de cabelo. Segundo os dados, 80% dos homens com mais de 80 anos vão sofrer com o problema. Mas a mudança de aparência pode começar bem mais cedo, em alguns casos por volta dos 20 anos. E pode estar associada a diversos fatores, desde estresse e dietas rígidas, até problemas hormonais e genéticos.

Assumir a calvície não é uma opção para todos. Cada vez mais vaidosos, os homens têm investido pesado em estética e inclusive movimentado o setor de beleza no Brasil. Cremes, tratamentos dermatológicos, estéticos e visitas semanais a barbeiros e salões de beleza viram rotina para muitos homens.

Para o melhor conhecimento do grau de alopecia e acompanhamento hoje dispomos da tricoscopia, com ela é possível realizar a medição da espessura do fio de cabelo, por exemplo. Entre as técnicas mais eficazes está MMP, que consiste na microinfusão de medicamentos direto no couro cabeludo.

Procurar um Dermatologista é primordial para investigar as causas e determinar a melhor opção para cada paciente.


Dra. Solange Emanuelle Volpato Steckert
Dermatologia | CRM/SC 15086 | RQE 16474

Gastro Medical Center – (48) 3030-2930
Centro Catarinense de Cardiologia – (48) 3222-1798
CEMISC – (48) 3380 0833