Você sabe de verdade os riscos e vantagens de usar anabolizantes?

O uso de anabolizantes tem aumentado significativamente, sobretudo pelos praticantes de atividade física, com o objetivo de aumentar a competitividade, ajudar na cura de lesões ou simplesmente por questões estéticas. O uso desses produtos requer um alerta além do uso por atletas profissionais que podem ser flagrados em doping: seu consumo excessivo é muito perigoso e pode causar danos irreparáveis ao corpo humano e quando utilizado sem orientação médica, pode levar à morte.

Os esteroides anabolizantes são um produto derivado principalmente da testosterona, hormônio responsável por muitas características que diferem o homem da mulher. Eles atuam no crescimento celular e em tecidos do corpo, como o ósseo e o muscular.

O uso de anabolizantes gera efeitos colaterais como:  aumento de acne, queda do cabelo, distúrbios da função do fígado, incluindo tumores, explosões de ira ou comportamento agressivo, paranoia, alucinações, psicoses, coágulos de sangue, retenção de líquido no organismo, aumento da pressão arterial e risco de adquirir doenças transmissíveis quando aplicados de maneira inadequada. Não são raros os casos de pacientes que se contaminam pelo vírus da Aids quando utilizam esses produtos de maneira clandestina.

Os anabolizantes podem ser usados clinicamente e, ocasionalmente, serem prescritos sob orientação médica para repor o hormônio deficiente em alguns homens e, por exemplo, para ajudar pacientes com Aids ou câncer a recuperarem peso. Nos casos de necessidade clínica, os pacientes recebem doses mínimas para apenas regularizar sua disfunção.
Esteroides anabólicos obtidos sem uma prescrição não são confiáveis, pois podem conter outras substâncias, os frascos podem não ser estéreis e, além disso, é possível que nem esteroides contenham.
No caso das mulheres, o uso de anabolizantes pode gerar características masculinas no corpo, como engrossamento da voz e surgimento de pelos além do normal. Além disso, aumento do tamanho do clitóris, irregularidade ou interrupção das menstruações, diminuição dos seios e aumento de apetite.
Nos homens, o excesso de anabolizantes pode causar aparecimento de mamas, redução dos testículos, diminuição da contagem dos espermatozoides e calvície.
Em adolescentes, as consequências podem ser piores, como comprometimento do crescimento, maturação óssea acelerada, aumento da frequência e duração das ereções, desenvolvimento sexual precoce, hipervirilização, aumentos dos pelos púbicos e do corpo, além do ligeiro crescimento de barba.
Busque orientação médica antes de ser encantado por milagres e facilidades no uso desse tipo de medicamento.

Fonte: SBEM

=======

Dr. João Carlos Gonçalves Júnior

Endocrinologia e Metabologia

CRM/SC 19.450 – RQE 11.152

CRM/GO  8.190

Florianópolis

Life Medical Tower

Rua Santos Dumont, 182 sala – 1404 – Centro

Telefone: (48) 4042 9988 | Whatsapp (48) 99846 2441

Goiânia

Centro Médico INGOH

Rua 87, nº 598 – Setor Sul

Telefones: (62) 98124-2804 | (62) 98124-2906 | (62) 3226-0200