Crescimento: você está atento ao seu filho?

Muitos fatores contribuem para que uma pessoa tenha problemas de crescimento. Seja por herança genética a alterações na produção hormonal, o caso deve ser investigado por um médico Endocrinologista.

Para entendermos melhor sobre as questões relacionadas ao crescimento, iniciamos por falar sobre o Growth Hormone, o GH, o hormônio do crescimento. O GH é produzido pela glândula hipófise, situada na base do crânio e está presente em todas as pessoas normais. É indispensável durante o período de crescimento e sem ele a estatura adulta normal não pode ser alcançada.

Para avaliar o ritmo de desenvolvimento, o médico utiliza a velocidade de crescimento, realizando medidas da estatura em intervalos temporais para conseguir diagnosticar se há problemas com o paciente. Nos primeiros meses de vida as medidas são realizadas todos os meses pelo médico Pediatra. Esse período vai sendo espaçado de acordo com o crescimento e nos primeiros dois anos de vida a criança cresce cerca de 25 centímetros. A partir dessa idade, há uma desaceleração progressiva do crescimento. Na puberdade ele volta a acelerar. O acompanhamento é fundamental para detectar precocemente qualquer alteração da velocidade de crescimento, e com isso permitir o diagnóstico precoce de doenças que afetam o crescimento.

Entre os diagnósticos de problemas de crescimento está o nanismo, termo usado para situações de baixa estatura grave. Manifesta-se principalmente a partir dos dois anos de vida, impedindo o crescimento e desenvolvimento durante a infância e adolescência. Pode ser causado por deficiência de hormônio de crescimento (chamado de nanismo hipofisário) ou por doenças ósseas congênitas.

Quando o corpo produz GH em excesso provoca o gigantismo, quadro de crescimento exagerado, acompanhado de outros problemas graves de saúde. Pode surgir na infância, durante a puberdade ou na vida adulta.

Uma das formas de identificar problemas de crescimento é observar se a criança está demorando para trocar a numeração de roupas e calçados ou quando ela se torna a menor da turma da escola. Esses são sinais importantes que devem estimular os pais a procurarem um médico Endocrinologista.

Fonte: SBEM

=======

Dr. João Carlos Gonçalves Júnior

Endocrinologia e Metabologia

CRM/SC 19.450 – RQE 11.152

CRM/GO  8.190

Florianópolis

Life Medical Tower

Rua Santos Dumont, 182 sala – 1404 – Centro

Telefone: (48) 4042 9988 | Whatsapp (48) 99846 2441

Goiânia

Centro Médico INGOH

Rua 87, nº 598 – Setor Sul

Telefones: (62) 98124-2804 | (62) 98124-2906 | (62) 3226-0200