Pacientes: atenção às proibições à vacina contra a Febre Amarela!

Paciente com Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa em atividade ou utilizando corticoide, azatioprina, purinethol, Infliximabe, Adalimumabe, Vedolizumabe não pode tomar a vacina da febre amarela. A prevenção deve ser feita com repelentes, roupas e evitar as áreas de risco. Esta é uma orientação da Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn (ABCD).

“Caso você se enquadre nesses casos e more ou está com viagem marcada para alguma área de risco e transmissão de febre amarela, é importante que consulte seu médico para ter mais orientações sobre a prevenção”, alerta a médica Coloproctologista do Gastro Medical Center, Juliana Stradiotto Steckert.

De acordo com orientações da ABCD, as vacinas com vírus inativo podem ser administradas em pacientes com doença de Crohn mesmo imunossuprimidos. Por outro lado, o uso de vacinas com vírus vivo deve ser evitado nos pacientes em uso de drogas imunossupressoras ou biológicas. A vacina de febre amarela é feita de vírus vivo atenuado e por isso, deve ser evitada em pacientes com tratamento imunossupressor ou biológico.

Vale lembrar que os pacientes precisam saber que todas as vacinas podem causar dor e inchaço no local da aplicação, sendo que algumas pessoas podem até manifestar febre e mal-estar. Outras reações, sobretudo as alérgicas, são muito raras. As vacinas não aumentam as reações adversas dos imunossupressores e podem ser encontradas em clínicas particulares e na rede pública (SUS).

 

Fonte: https://abcd.org.br/

 

********

Gastro Medical Center
Diretor Técnico: Dr. Sílvio Feiber Filho – CRM/SC 7.843 – RQE 6.243

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *