Por que comemos?

005 Banner Por que comemosComemos para garantir nossa sobrevivência através do suprimento de energia e nutrientes. Mas não é só isso. O ato de comer tem interação de ordem sociocultural, estando associado com as emoções, sem contar as questões genéticas.

A fisiologia da fome e da saciedade está intimamente ligada a um complexo sistema de equilíbrio nutroneurometabólico que a medicina vem estudando nos últimos anos com o intuito de controlar a epidemia de sobrepeso e obesidade, bem como outros transtornos alimentares como a compulsão alimentar, a bulimia e a anorexia nervosa.

Com relação às questões culturais, paremos para pensar na diferença da relação das diferentes sociedades com os hábitos alimentares. Em geral os europeus fazem da refeição um evento. Os japoneses, um ritual. Os alimentos desses povos são tradicionalmente pouco processados pela indústria. Comem-se pequenas porções e o que chama a atenção é o fato da refeição ser degustada, valorizada em cada garfada. Há prazer no ato de comer. Sim também comemos por prazer!

Do outro lado, os americanos têm hábitos diferentes, comem grandes porções de alimentos altamente processados, rico em calorias com pouco valor nutrológico e comem apressadamente, não se concentram no ato de comer e demoram a perceber quando estão saciados.

Sendo assim temos que tomar decisões inteligentes ao escolher nossos alimentos e fazer do ato de comer um banquete nutrologicamente equilibrado de prazer e celebração!

Nos próximos dias vou continuar falando sobre as relações entre alimentação, fome e saciedade.

www.alessandretramontim.com.br

#nutrologia #qualidadedevida #DrAlessandreTramontim #Florianopolis

Dr Alessandre Tramontim CRM SC 9036 – Título de Especialista ABRAN/AMB